Maldito Coração – Me Alegra Que Tu Sofras

Sinopse

O espetáculo Maldito Coração – Me alegra que tu sofras, com direção de Angel Palomero e texto de Vera Karam, conta a história de uma mulher obsessiva, irônica, apaixonada e visceral. ATRIZ, como é intitulada a personagem, vai discorrendo sobre fatos naturais de todo o envolvimento amoroso: o encontro, o casamento, as infidelidades, as crises corriqueiras e sua luta pela preservação do relacionamento. Durante sua narrativa, por vezes salpicada de humor, por outras, repleta de poesia, o poeta português Fernando Pessoa é citado diversas vezes durante a encenação, pois é o ídolo máximo da personagem. Os espectadores que nesta montagem estão literalmente dentro do espetáculo – a plateia fica em cima do palco, em volta do cenário para dar ideia de sala de espera de um hospital –, vão sofrendo e sorrindo com ela a cada identificação.

Histórico

A peça fez sua primeira apresentação ao público em ensaio aberto realizado em 10 de janeiro de 2011 na sala Ester Leão, na UniRio. Sua estreia foi no evento "I Ziripicaldo Cultural", promovido pela Cia. De Teatro Ziripito Ziripito, em novembro de 2011. Em agosto de 2012 fez curtíssima temporada no Teatro Serrador com grande sucesso de público e crítica.

Ficha Técnica

Texto Vera Karan
Direção Angel Palomero
Atriz Brenda Jaci
Preparadora vocal Jane Celeste Guberfain
Cenografia e Figurino Allan Imianowsky
Iluminação Allan Imianowsky
Produção Pagu Produções Culturais






Redes Sociais + ver mais